Clique e confira

Verão!!!! Como gelar a cerveja mais rápido?

Todo mundo sabe que o ideal é colocar as cervejas para gelar com antecedência e armazená-las em um cooler, mas o fato é que contratempos acontecem. De acordo com os sommeliers, a velocidade de resfriamento da cerveja depende do teor alcoólico, mas por sorte dos esquecidos, algumas técnicas ajudam a bebida a gelar rapidamente. Confira a seguir. 

Álcool e sal
Coloque a bebida em um recipiente (isopor, tanque ou balde), encha de água, gelo, álcool e sal. Isso acelera o resfriamento. Vale lembrar que, caso esteja em um churrasco, o melhor é fazer isso bem longe do fogo.

Papel alumínio
Outra forma de gelar a cerveja rapidamente é embrulhá-la em um papel alumínio e colocá-la no refrigerador, segundo dica de Rene. ”O papel alumínio é um ótimo condutor de temperatura aumentando a superfície de contato da garrafa com o ar frio”, explicou.

Papel toalha
Similar à tática do papel alumínio, a técnica do papel toalha também funciona para latinhas e garrafas. “Você envolve a cerveja com duas folhas de papel toalha e molha até que fique quase transparente. Depois, coloque no congelador e pronto! Basta esperar entre 10 a 15 minutos e a cerveja estará no ponto para beber”, aconselhou André. Nesse caso, fique atento para não esquecer a bebida no congelador. Segundo o sommelier, 30 minutos são suficientes para que fique congelada e o recipiente exploda.

Quais as cervejas mais refrescantes para o verão?

Não é só a temperatura que faz uma cerveja perfeita para os dias de calor. “Quando falamos em cerveja refrescante, pensamos logo naquela ‘estupidamente gelada’, mas isso atrapalha na percepção de aromas, no paladar, camufla defeitos de oxidação e atrapalha na formação e duração da espuma”, disse André.

Portanto, em vez de focar no congelador, invista em bebidas especiais que ajudam a refrescar e combinam com o verão. Confira alguns estilos de cerveja selecionados pelos sommeliers:

Pilsen: a dica é unânime entre os especialistas, mas a ideia é fugir das marcas populares e procurar novas opções em empórios e mercados. Entre as nacionais, André indica Bamberg Pilsen, Eisenbahn Pilsen, Colocado Cauim, Coruja Extra Viva, Amazon River, Wäls Pilsen e Bamberg Camila Camila. Para as internacionais, as apostas são a Pilsner Urquell, 1795, Czechvar e Scheihallion.

Saison: além da Pilsen, Rene indica também a Saison, especial para dias de calor. “Estilo de cerveja de alta fermentação sazonal franco/belga feita para ser consumida no verão. É levemente ácida com uma carbonatação vigorosa”, aconselhou.

Lambic Fruit: “refrescante, frisante, leve, frutada e ácida, uma mistura fantástica para o verão”, aconselhou André. Na hora de comprar, ele indica as marcas Mort Subite Framboise, Liefmans Fruitesse, Boon Kriek e a nacional Falke Vivre Pour Vivre.

Kolsch: outra opção de Rene é o estilo Kolsch, originário de Colônia, na Alemanha. “É uma cerveja leve, de baixo teor alcoólico e boa carbonatação”.

Weizen ou Weissbier: essa é cerveja de trigo alemã com um leve sabor de fruta. Para os consumidores, André indica Erdinger Weissbier, Weihenstephaner Hefeweissbier, Schneider Weisse, Paulaner Hefe-Weizen, Eisenbahn Weizenbier, Colorado Appia e Abadessa Hildegard.

Witbie: “cerveja de trigo, diferente da cerveja de trigo alemã. Podemos dizer que ela é uma cerveja temperada com coentro e casca de laranja. São muito refrescantes, cítricas e secas”, detalhou André. No mercado, procure as marcas Hoegaarden e Baladin Isaac, facilmente encontradas no Brasil.

Light American Lager: estilo americano de baixa fermentação. Segundo Rene, são cervejas leves, bem carbonatadas, de baixo teor alcoólico, baixa expressão do malte e lúpulo.

Fonte: Terra

Print Friendly




1 comentário

  1. Tânia Vanusa Domenech disse:
    Restaurante Sr.Luis Juca e cia continua nos informando com extaidão e alegrias uhuhu alegrias Paz e luz a todos ! Muauah uhuhu

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*